QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 15 de Agosto de 2018
notícias
 Economia
     
Produ√ß√£o agr√≠cola no Vale do Arinos depende da rodovia do Ja√ļ para escoamento pelo norte

Imagem: Reprodução


 Pelo menos 1 milhão de hectares agricultáveis seria contemplado


Os produtores rurais das regiões do Vale do Arinos e do norte de Mato Grosso reivindicam, há mais de 20 anos, as obras de pavimentação da MT-325 (de Juara até Tabaporã) e da MT-160 (do entroncamento para Tabaporã até Alta Floresta), a chamada rodovia do Jaú. Os 290 quilômetros (km) entre os municípios são fundamentais para o escoamento da produção de uma área de mais um milhão de hectares agricultáveis e o caminho mais curto até o Porto de Miritituba (PA). A obra contemplaria os municípios de Juara, Porto dos Gaúchos, Tabaporã, Novo Horizonte e Alta Floresta.O primeiro trecho da rodovia, que vai de Juara à comunidade do Tatu, possui 44 km, dos 20 km já possuem obras de terraplanagem e aguardam a pavimentação. O presidente da Intermunicipal do Vale do Arinos, Etso Rosolin, explica que este é o ponto mais emergencial porque é saída do município de Juara até o entroncamento para Tabaporã e onde parte das obras já foi iniciada.

“A obra neste trecho já possui projeto ambiental e executivo. É preciso sair do papel. Há anos cobramos isso dos governos e deputados, mas a estrada ainda não foi priorizada”, afirma Rosolin.Luciano Vacari, pré-candidato a deputado estadual, discutiu com os produtores rurais da região e reconhece a importância do pleito. “Essa rodovia é fundamental para os produtores da região porque é o melhor acesso à BR-163 por Guarantã do Norte. É alternativa para atrair investimentos e desenvolvimento agrícola da região”.O pecuarista de Juara, Jorge Mariano, explica que na região do Arinos existe uma área de 525 mil hectares agricultáveis, sendo 300 mil hectares estão às margens da rodovia do Jaú. “O desenvolvimento da nossa região depende das melhorias dessa rodovia para viabilizar o escoamento. Atualmente não temos como tirar a produção daqui”.De acordo com o produtor Moisés do Prado, partindo de Alta Floresta para Juara, existem 140 km da rodovia que estão em bom estado de conservação, mas existem outros 50 km que precisam passar por obras de manutenção. Para o pecuarista de Alta Floresta, as obras na MT-325 são importantes para seu município, mas essenciais aos produtores da região de Juara.“Aqui para nós seria importante essa ligação, mas com certeza os produtores do Arinos seriam os maiores beneficiados porque a rodovia iria viabilizar o incremento na produção agrícola da região e garantir o escoamento pelos portos da região norte. A produção lá depende desta obra para reduzir os custos”, explica Moisés.

Em 2010, a Associação Intermunicipal do Vale do Arinos fez uma parceria com o Poder Executivo que resultou nos projetos ambientais e executivos e a terraplanagem e obras de arte em 20 km. Jorge Mariano afirma que os produtores estão dispostos a colaborar ainda mais por meio de parcerias para as obras sejam retomadas e concluídas.

 




Fonte: Assessoria
 0 Coment√°rios  |  Comente esta mat√©ria!
 Mais Economia
15/08/2018
14/08/2018
10/08/2018
09/08/2018
08/08/2018
07/08/2018
03/08/2018
01/08/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
EDITADO 3
Enquete

In√≠cio   -   Eventos   -   V√≠deos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conhe√ßa Juara
© 2018 - Juara Net