QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 13 de Dezembro de 2017
notícias
 Educação
     
Secretário de educação garante que concurso para professores em MT impactará pouco na folha de pagamento

 Jardel P. Arruda


 

O secretário de Estado de Educação, Marco Marrafom rebateu os críticos do concurso para cinco mil novos professores na rede pública estadual garantindo que haverá um impacto pequeno na folha salarial. Isso porque, segundo ele, não haverá incremento de professores, mas sim uma troca do vínculo jurídico do temporário para o efetivo.“Estamos argumentando e mostrando com números claros é que a diferença, pelo menos nos primeiros três anos, entre o temporário e o concursado é muito pequena. Chega no máximo a 16%. Não haveria esse empecilho em termo de responsabilidade fiscal. Acima de tudo, nosso compromisso é com a qualidade do estudo”, ponderou Marrafon, nesta segunda-feira (12), durante lançamento do projeto Muxirum.De acordo com Marrafon, atualmente existem cerca de 13 mil vínculos de professores temporários na rede pública estadual de Mato Grosso. Esse número beira 60% do quadro total de profissionais, o dobro do recomendável. Para ele, é necessário acabar com esse déficit histórico, além de garantir qualidade na educação dando segurança melhor condição de trabalho ao professor.

“Temos um compromisso inarredável com a educação e com os profissionais da educação. Vamos lutar para os profissionais da educação terem melhores condições de trabalho. A lei determina que se faça o concurso e nós vamos buscar implementar isso”, disse.

A expectativa de Marrafon é que, com a efetivação de professores, o Estado possa investir na capacitação deles, levando para sala de aula de escolas estaduais cada vez um número maios de mestres e doutores. Com isso, seria garantida melhora no nível da educação pública em Mato Grosso.

Muxirum da Alfabetização

O projeto Muxirum da Alfabetização busca alfabetizar e devolver dignidade, principalmente às pessoas mais idosas. A meta do Governo do Estado é alfabetizar, até o fim de 2018, 11.200 pessoas em Acorizal, Chapada dos Guimarães, Ipiranga do Norte, Jangada, Nossa Senhora do Livramento, Nova Brasilândia, Planalto da Serra, Tapurah e Várzea Grande.Para realizar o isso, o Governo do Estado vai investir R$ 3,7 milhões. Os alfabetizadores recebem ajuda de custo de R$ 500 mensais, por turma, podendo atuar em até duas turmas. Para ser selecionado para atuar no programa como alfabetizador, na zona rural, o candidato precisa ter no mínimo o Ensino Fundamental completo e já ter atuado como alfabetizador de jovens e adultos. Já para a zona urbana, o candidato precisa ter no mínimo o Magistério e também ter atuado alfabetizador de jovens e adultos.

 




Fonte: Olhar Direto
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Educação
16/11/2017
14/11/2017
06/11/2017
05/11/2017
25/10/2017
19/10/2017
17/10/2017
09/10/2017
06/10/2017
04/09/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
Enquete

Início   -   Eventos   -   Vídeos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conheça Juara
© 2017 - Juara Net