QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 20 de Agosto de 2017
notícias
 Juina
     
Composto org√Ęnico produzido por Associa√ß√£o de Moveleiros e Sindicato da Base Florestal est√° sendo usado no paisagismo de Ju√≠na

Imagem:Simno


Após ser utilizado com sucesso em áreas de pastagens, plantações de café, hortaliças e nascentes degradadas, o melhorador de solo produzido pela Associação dos Moveleiros de Juína (ASMOJU) em parceria com o Sindicato das Indústrias Madeireiras e Moveleiras do Noroeste de Mato Grosso (Simno) e Frigorífico RS será testado agora no paisagismo de áreas urbanas da cidade de Juína.Uma grande quantidade da compostagem foi doada pela Associação à Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra) que utilizou em uma rotatória construída entre as avenidas Brasília e Joinville, uma importante via de acesso dos bairros Palmiteira, Padre Duílio, Residencial Bandeirantes, Teto Verde e Flanboyand.A rotatória foi concluída há poucos dias com o objetivo de prevenir acidentes naquele cruzamento, um dos mais perigosos da cidade. “Aproveitamos o trabalho da prefeitura e doamos o composto orgânico que serviu como adubação do solo para o plantio da grama”, disse Roberto Rios, vice-presidente da ASMOJU e presidente do Simno.


De acordo com ele, o material será utilizado também em algumas palmeiras plantadas em canteiros da Avenida JK. “É a forma encontrada pela ASMOJU, Simno e Frigorífico RS para contribuir com o poder executivo na melhoria do visual urbano dessa avenida”, destacou.O responsável pelo projeto é o Engenheiro Agrônomo Tássio Fernandes. Ele explicou que o composto orgânico é produzido a partir do Pó de Serra misturado ao Rúmen Bovino que sobra da planta frigorífica, dois resíduos que eram um problema para as indústrias.“Com essa mistura, somada a uma bactéria, conseguimos criar o melhorador de solo, que além de agregar valor às produções diversas e até mesmo nas propriedades, também resolve um grave problema ambiental que as indústrias madeireiras e frigoríficas tinham de lidar, que era a destinação correta dos resíduos”, colocou.Ainda em pequena escala, a fabricação do composto orgânico será intensificada após o início dos trabalhos no terreno cedido em comodato pelo poder executivo à ASMOJU. Em breve a população terá a disposição um melhorador de solo diferente do adubo tradicional, que além de alternativo e orgânico, também será econômico e ecologicamente correto.

 

 




Fonte: Assessoria de Imprensa do Simno
 0 Coment√°rios  |  Comente esta mat√©ria!
 Mais Juina
19/08/2017
15/08/2017
13/08/2017
24/07/2017
14/05/2017
11/05/2017
02/05/2017
15/04/2017
04/04/2017
30/03/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
Enquete

In√≠cio   -   Eventos   -   V√≠deos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conhe√ßa Juara
© 2017 - Juara Net