QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 23 de Setembro de 2017
notícias
 Juina
     
Após desentendimento, empresário mata homem a tiros dentro de seu escritório em Juína

Imagem:Reprodução Juinanews


 O primeiro homicídio de 2017 foi registrado na manhã desta segunda-feira, dia 2, dentro de escritório de hortifrutigranjeiro no setor Industrial da cidade de Juína, Mato Grosso, conforme informou a Polícia Militar. O autor do crime é o empresário Altair Vieira, Altair do verdurão como é conhecido na cidade.Segundo o que a Polícia Civil apurou até o momento, a vítima teria ido ao escritório da empresa e lá teve uma discussão com o suspeito que efetuou disparos contra o rapaz, em seguida ele fechou o escritório e acionou a PM informando o caso.A vítima é Alexandre Luiz Alves, 42, tem o apelido de padeiro, ele já morou em Juína e atualmente residia na cidade de Aripuanã. Um fato que chama a atenção é que ele foi preso na madrugada deste domingo, dia 1, pela Força Tática, na praça do bairro módulo – 4, ele portava um revolver calibre 32. Luiz pagou fiança e estava respondendo em liberdade o crime de porte ilegal de arma de fogo.O delegado José Ricardo Garcia Bruno que está à frente das investigações e que esteve no local do crime contou em entrevista que o próprio suspeito acionou a polícia e o cenário apresenta inicialmente legítima defesa.


 

“Aparentemente é um cenário de legitima defesa, mas é muito cedo para fazer essa conclusão. Existem vários elementos interessantes na cena do crime que já se destacaram. Vamos fazer como sempre, partir das provas técnicas que são as mais consistentes para tentar montar o cenário do que aconteceu” – contou.O delegado também confirmou que a esposa da vítima já havia trabalhado para o empresário e que ele teria sofrido um "golpe".- Há informações que houve um desacordo relacionado a dinheiro é uma das teses possíveis, o próprio fato da vítima ter vindo até o escritório corrobora a tese do desentendimento da razão de pagamento, tem a tese de ele ter sido preso esse final de semana com um revolver, no entanto, são apenas suposições, ainda não temos confirmação formal sobre isso- disse Jose Ricardo.No escritório algumas armas foram apreendidas pelos peritos, mas a arma do crime não foi localizada, havia também uma faca que será analisada pelos peritos e saber de quem era ela e como foi parar no local.O próximo passo para os esclarecimentos deste homicídio é ouvir as oitivas tudo é muito informal para ser usada e definida alguma motivação, tudo será analisado para não fazer conclusões precipitadas, acrescentou o delegado.A Polícia Militar também registrou o homicídio foi para ela que o empresário ligou dizendo que tem intenções de se entregar.O corpo de Alexandre foi levado ao Instituto Médico Legal de Juína.




Fonte: JuinaNews
 0 Coment√°rios  |  Comente esta mat√©ria!
 Mais Juina
17/09/2017
14/09/2017
08/09/2017
01/09/2017
30/08/2017
25/08/2017
19/08/2017
15/08/2017
13/08/2017
24/07/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
Enquete

In√≠cio   -   Eventos   -   V√≠deos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conhe√ßa Juara
© 2017 - Juara Net