QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 17 de Fevereiro de 2018
notícias
 Mato Grosso
     
Servidores avaliam paralisação geral no Estado se salários não forem pagos

 O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde de Mato Grosso (Sisma), Oscarlino Alves, que também é dirigente do Fórum Sindical - que agrega pelo menos 32 associações e sindicatos no Estado – afirmou que se o pagamento dos salários dos servidores de Mato Grosso forem atrasados será feita uma assembleia geral para discutir a paralisação geral em todo o Estado. Os sindicalistas se reúnem nesta quinta-feira (8) com o secretário-chefe da Casa Civil, Max Russi, para obter uma resposta sobre o pagamento.A reunião estava marcada para as 14h30 de hoje, no entanto ao chegar ao local os sindicalistas foram informados que o encontro foi adiado para às 18h. Oscarlino, dirigente do Fórum Sindical, afirmou que só irão embora do Palácio Paiaguás após a reunião.Os servidores já se reuniram hoje para elaborar os encaminhamentos coletivos. Oscarlino afirma que a base está pressionando as lideranças para que cobrem respostas do Governo com relação aos salários. A insegurança dos trabalhadores é por causa da falta de um posicionamento do Governo do Estado.“Nós representamos categorias, então nós temos a legitimidade de nos reunirmos e tomarmos encaminhamentos coletivos, em função desta pressão que nós estamos recebendo das bases nós nos reunimos hoje. Amanhã já é véspera de final de semana, a data do pagamento está se aproximando, e o que pesa é que o governo pagava o nosso salário até o último dia útil do mês, passou a pagar no dia 10, e a gente está nesta incerteza, porque nós não temos uma nota oficial do governo tranqüilizando os servidores de que vai pagar de acordo com a legislação”, disse o dirigente.


O governador Pedro Taques afirmou em seu discurso durante a sessão de abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa, no último dia 6, que está fazendo contas para conseguir pagar os 100 mil servidores do Estado e previu que o mês de março será ‘escuro’ por conta da falta de recursos.O governador também disse que a falta de recursos é agravada por causa da dívida do Estado com o Bank of America. Oscarlino disse que ouviu o discurso de Taques, mas que busca um posicionamento oficial do Estado com relação aos pagamentos.“Que pese que nós nos ofertamos desde o início do mandato para ajudar a solucionar estes problemas. E a gente veio hoje na Casa Civil, de acordo com os encaminhamentos tomados pelo fórum, para a gente saber uma nota oficial do Governo, se vão pagar a gente amanhã, se vão pagar a gente no dia 10, os aposentados já estão com o salário atrasado desde o último dia útil do mês, e em posse dessas informações a gente possa tranqüilizar os colegas, as famílias que estão endividadas”, disse o presidente do Sisma.Caso os pagamentos não sejam feitos no prazo, os servidores devem se reunir em uma Assembleia Geral para discutir a paralisação geral.“A gente tem os encaminhamentos que a gente tomou lá no fórum, um deles é a orientação que a gente vai seguir. Mediante o que o Governo nos passar aqui, nós infelizmente estamos sendo cobrados, e uma prerrogativa do sindicato, é uma função do sindicato, vamos fazer uma convocação de uma Assembleia Geral Unificada e a orientação é que se a gente tiver o salário atrasado é de paralisação geral”, afirmou.Em recente entrevista, o secretário-chefe da Casa Civil, Max Russi (PSB), afirmou que um novo escalonamento de salários dependerá do fluxo de caixa do governo do Estado. O gestor da pasta ainda acrescentou que todo esforço está sendo feito para que tudo seja quitado até o dia dez deste mês, “assim como manda a lei”.“Isso [escalonamento] vai depender da nossa receita. Temos até o dia dez para ser feito o pagamento. Estamos fazendo todo esforço possível. Não estamos estudando a possibilidade de escalonamento. Queremos pagar até a data estipulada, como manda a lei. Só não faremos isto, se não tiver recurso”, explicou o secretário.

 




Fonte: OlharDireto
 0 Coment√°rios  |  Comente esta mat√©ria!
 Mais Mato Grosso
16/02/2018
15/02/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
Enquete

In√≠cio   -   Eventos   -   V√≠deos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conhe√ßa Juara
© 2018 - Juara Net