QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 29 de Junho de 2017
notícias
 Política
     
Oscar Bezerra diz que retorno de WS “desqualifica” a Assembleia e que não haverá mudanças no relatório da CPI

Imagem:Reprodução 


Érika Oliveira do Olhar Direto


A volta do deputado Wilson Santos (PSDB) para a Assembleia Legislativa tem causado mal-estar entre alguns parlamentares, principalmente aqueles que defendem a aprovação do relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa de 2014. O deputado Oscar Bezerra (PSB), que presidiu os trabalhos da Comissão, afirmou que o retorno do colega “desqualifica” o Parlamento e garantiu o documento não irá sofrer alterações. O tucano pediu exoneração da Secretaria de Cidades (Secid), da qual era titular, sob a justificativa de que iria defender a retomada das obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) na Casa de Leis.“A volta do Wilson desqualifica o Parlamento, uma vez que cabe a Mesa Diretora fazer a definição da aprovação ou não do relatório. O Wilson é do Parlamento e sabe como são as regras por aqui, ele não pode chegar patrolando esse relatório. Hoje eu tive uma conversa com o Botelho e disse a ele que não deve haver nenhuma mudança, nem de vírgula, nesse documento”, gargantiu Bezerra.

O deputado criticou, ainda, o que ele chama de “mudança de posicionamento” do Governo. Segundo Bezerra, o próprio Wilson Santos – que foi membro da CPI das Obras da Copa – havia rechaçado o contrato entre o Governo e o Consórcio VLT.“Existe, salvo engano, uma ação do próprio Governo pedindo o cancelamento do contrato e que está em curso na Justiça Federal. Agora, simplesmente eles mudaram de opinião. A CPI aconteceu paralelamente e identificou inúmeras irregularidades, ocorre que nós não vamos mudar o nosso posicionamento”, afirmou

.

“O que pode ser é reprovado [o relatório], se a maioria dos parlamentares entenderem que o relatório prejudica o Governo, mas não haverá mudança no texto. Mas nós não vamos maquiar um documento em detrimento de interesses particulares, eu acho que não pode levar por esse caminho”, completou.De acordo com o deputado, o relatório final da CPI, que estava sendo “segurado” propositalmente pela presidência da Assembleia Legislativa, deverá ser encaminhado para análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) ainda esta semana, para posteriormente ir à votação em sessão plenária. “O Botelho me deu a segurança que vai colocar em pauta na CCJ ainda esta semana e, provavelmente, será feita extraordinariamente para deliberar no plenário em votação. Nós queremos a nulidade absoluta do contrato e a devolução do dinheiro público ao Governo do Estado”. A fala de Bezerra, no entanto, contrapõe declaração feita pelo deputado Eduardo Botelho (PSB), em que admitiu a possibilidade de haver mudanças “propositivas” no documento. 

“O que nós podemos mudar são questões de propositura, de continuar a obra, continuar trabalhando com o próprio Consórcio, uma vez que se judicializar isso pode passar para até 10 anos, causando perdas para o Estado”, disse Botelho, em conversa com jornalistas nesta segunda-feira (17).




Fonte: Olhar Direto
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Política
29/06/2017
28/06/2017
27/06/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
Enquete

Início   -   Eventos   -   Vídeos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conheça Juara
© 2017 - Juara Net