QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 19 de Fevereiro de 2018
notícias
 Pol√≠tica
     
PC aponta ex-secretário como braço operacional de líderes dos grampos em MT

 O ex-secretário de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT), Rogers Jarbas, seria o “braço operacional” da suposta organização criminosa que estaria por trás das interceptações telefônicas clandestinas promovidas no Estado. A afirmação consta do inquérito presidido pela delegada Ana Cristina Feldner, da Polícia Judiciária Civil (PJC), que apurava a atuação do bando. Jarbas está preso desde o dia 27 de setembro de 2017, após deflagração da operação “Esdras”. Ele é acusado de obstrução à Justiça.Ana Cristina Feldner disse que a “brava atuação” de Jarbas procurou blindar a organização criminosa em razão de ocupar o cargo de Secretário da Sesp-MT. “Posteriormente, as investigações realizadas pela Polícia Civil avançaram, ainda tentando elucidar os embaraços causados pela organização criminosa [...] Sendo constatada a brava atuação do Secretário de Segurança Pública, Rogers Elizandro Jarbas, o qual revelou ter importância como braço operacional da organização, procurando blindá-la através da função que ocupa, não poupando esforços para embaraçar as investigações”, diz o inquérito.


Ana Cristina Feldner segue narrando que Jarbas teria enviado um “intermediário”, o major PM Michel Ferronato, para “oferecer” uma promoção a coronel, a maior patente da polícia militar de Mato Grosso, ao tenente-coronel da Corporação José Henrique da Costa Soares. Para tanto, Soares deveria ‘espionar’ o desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), Orlando Perri, relator do inquérito que tramitava no órgão que apurava o esquema de grampos ilegais.O ex-secretário da Casa Militar, e coronel da PM, Evandro Lesco, disse a José da Costa Soares que Rogers Jarbas iria procura-lo e que o tenente-coronel deveria atender o pedido do Secretário da Sesp-MT. A organização criminosa também tinha interesse em manter o oficial da PM sob ‘rédea-curta’, tendo em vista que Soares era o escrivão do inquérito Policial Militar (IPM) elaborado pela Corporação com o objetivo de apurar supostos crimes praticados por policiais militares.

“Assim, com o avançar das investigações, o denunciante foi novamente procurado, tendo o Cel. Lesco o advertido que alguém representando o Secretário Rogers Jarbas  iria procurá-lo e que o denunciante deveria atender o que lhe fosse pedido [...] Neste diapasão, o Major PM Ferronato ‘aparece’ no cenário, convidando o denunciante, de forma inesperada, para uma caminhada, oportunidade em que fica definida a segunda parte da cooptação do denunciante, que, a partir daquele instante, deveria ajudar a blindar o Secretário Rogers Jarbas, sendo que como vantagem estava sendo oferecido à ele alçar ao posto de Coronel”.Jarbas foi um dos presos durante a deflagração da operação “Esdras”, da PJC, no dia 27 de setembro de 2017. Ele é acusado de obstrução a Justiça ao tentar realizar uma “investigação paralela” contra o promotor de justiça Mauro Zaque, que denunciou o caso dos grampos em outubro de 2015, quando ocupava a chefia da Sesp-MT. Ele também teria repassado inquéritos sigilosos ao governador Pedro Taques (PSDB) e seu primo, o ex-Chefe da Casa Civil, Paulo Taques, extrapolando suas atribuições, uma vez que o pedido deveria ser analisado por autoridade competente.Uma semana ante de ser preso, no dia 20 de setembro de 2017, Jarbas foi afastado do cargo de Secretário por determinação de Orlando Perri. Na ocasião, o desembargador disse que ele nutria "amizade" pelo governador Pedro Taques, a quem Perri disse que o ex-Chefe da Sesp-MT possuia "devoção".

 

 




Fonte: Folhamax
 0 Coment√°rios  |  Comente esta mat√©ria!
 Mais Pol√≠tica
18/02/2018
16/02/2018
15/02/2018
14/02/2018
12/02/2018
11/02/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
Enquete

In√≠cio   -   Eventos   -   V√≠deos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conhe√ßa Juara
© 2018 - Juara Net