QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 17 de Fevereiro de 2018
notícias
 Pol√≠tica
     
Mauro Mendes j√° fala como candidato ao Governo e ataca Pedro Taques

 Imagem: Reprodução


O ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB) afirmou nesta quinta-feira (8) que não descarta ser candidato ao Governo, nas eleições de outubro, como adversário do atual governador Pedro Taques (PSDB). Segundo ele, o gestor “não fez a lição de casa e, por isso, o Estado sofre com crise financeira e atrasos salariais”.Mauro Mendes pontuou que ainda está analisando a troca partidária, com maior probabilidade de migrar para o DEM, mas que a nova filiação ocorrerá em tempo hábil para que possa ser candidato.“Estou tranquilo para tomar uma decisão em 2018, primeiro de me filiar para ter a possibilidade de ser candidato. Depois, para qual cargo, pois temos cinco cargos que podem ser disputados este ano: para governador, dois para senador, deputado federal e estadual. Para todos há possibilidade, mas claro que sempre estive mais próximo de um cargo executivo, pois sou empreendedor”, declarou o ex-prefeito, em entrevista para a Rádio Vila Real.Ele voltou a declarar que seu grupo político acordou apoio a Taques para o atual mandato, sem estar atrelado em permanecer na base aliada em um projeto de reeleição em 2018, e agora, é necessária uma nova análise “em quem apoiar”.O ex-gestor não deixou de atacar o atual Governo, afirmando que boa parte da crise financeira pela qual passa o Estado é culpa do próprio Taques, que não teria previsto as dificuldades desde o início do mandato, em 2015.“Houve crise em todo o país, mas ela acabou em 2017, quando o Brasil teve aumento no PIB [Produto Interno Bruto], aumento na geração de empregos e em impostos. Então, não dá para reclamar e jogar a culpa na crise. Isso é muito mais coisa de quem não fez a lição de casa. Cabe ao governador admitir os erros e dizer quem errou”, afirmou.Para ele, Taques foi o culpado pelo aumento no duodécimo dos poderes, um dos maiores déficits do Executivo, atualmente. A dívida com Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas e Ministério Público alcança o valor de R$ 500 milhões, nos anos de 2017 e 2018.“Quem fez isso em 2015? Quem aumentou o duodécimo dos poderes? Aumentou tanto e agora não consegue pagar”, criticou o ex-prefeito.Ainda de acordo com Mauro, Taques ficar culpando o ex-governador Silval Barbosa pela crise é “conversinha fiada”. A principal acusação do governador contra a gestão de Silval é relativa aos aumentos salariais concedidos aos servidores públicos.“Alguns problemas podem vir de longa data, mas ele deveria ter previsto esse problema grave, lá no início, e tomado medidas duras, na hora certa, pois com conversinha fiada e promessinhas não se administra. Quantos Estados estão com salários atrasados? Cinco, seis? Se fossem 20, tudo bem. Não dá mais para ficar com discurso de crise”, disse.Mauro Mendes encerrou sua fala asseverando ter vontade de ser candidato e se existirem “condições favoráveis” irá para a disputa.“Não vou ser político de carreira. Faço política porque gosto, para dar minha contribuição, não por vaidade. Se tiver que me apresentar, farei isso e falarei o que tiver que ser falado”, concluiu.





Fonte: ReporterMT
 0 Coment√°rios  |  Comente esta mat√©ria!
 Mais Pol√≠tica
16/02/2018
15/02/2018
14/02/2018
12/02/2018
11/02/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
Enquete

In√≠cio   -   Eventos   -   V√≠deos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conhe√ßa Juara
© 2018 - Juara Net