QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 16 de Agosto de 2018
notícias
 Pol√≠tica
     
Pedro Taques nega ter mandado grampear advers√°rios; 'mandei investigar'

 MIKHAIL FAVALESSA


O governador Pedro Taques (PSDB) voltou a negar qualquer participação nos grampos telefônicos realizados contra pessoas de interesse da cúpula de seu Governo. Na madrugada deste sábado (28), o cabo Gerson Luiz Ferreira Correa Júnior afirmou, em depoimento na 11ª Vara Militar de Cuiabá, que Taques e o ex-secretário-chefe da Casa Civil Paulo Taques seriam os “donos” do esquema de escutas ilegais.

Por meio de nota, o governador lembrou que pediu para que o caso fosse investigado no Superior Tribunal de Justiça (STJ), com o objetivo de apurar e comprovar “que não teve qualquer envolvimento nos fatos narrados por terceiros”.Até outubro de 2017, o caso era julgado no Tribunal de Justiça de Mato Grosso sob relatoria do desembargador Orlando Perri. Naquele mês, o ministro Mauro Campbell Marques, do STJ, avocou o processo em razão do foro privilegiado do governador.

“O Governo do Estado informa que o governador Pedro Taques determinou a apuração de todos os fatos relacionados às supostas escutas telefônicas clandestinas assim que a denúncia chegou ao conhecimento dele, em 2015, garantindo independência das Polícias Civil e Militar nas investigações”, diz a nota.O cabo Gerson afirmou que as interceptações tiveram início em setembro de 2014, durante a eleição vencida por Taques. Pessoas como a deputada Janaína Riva (MDB), o advogado eleitoral José do Patrocínio, o ex-vereador Chico 2000, o ex-candidato e jornalista José Marcondes “Muvuca”, entre outros, teriam sido grampeados a pedido de Paulo Taques, que coordenava a campanha. O ex-chefe da Casa Civil nega qualquer participação.

Veja a nota do Governo:

O Governo do Estado informa que o governador Pedro Taques determinou a apuração de todos os fatos relacionados às supostas escutas telefônicas clandestinas assim que a denúncia chegou ao conhecimento dele, em 2015, garantindo independência das Polícias Civil e Militar nas investigações.O Governo do Estado ressalta ainda que o governador Pedro Taques solicitou ao Superior Tribunal de Justiça que ele próprio fosse investigado neste caso para comprovar, perante a Justiça, que não teve qualquer envolvimento nos fatos narrados por terceiros.

 




Fonte: ReporterMT
 0 Coment√°rios  |  Comente esta mat√©ria!
 Mais Pol√≠tica
15/08/2018
14/08/2018
13/08/2018
09/08/2018
08/08/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
EDITADO 3
Enquete

In√≠cio   -   Eventos   -   V√≠deos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conhe√ßa Juara
© 2018 - Juara Net