QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 15 de Agosto de 2018
notícias
 Pol√≠tica
     
Deputado Oscar chama de ‚Äúcovarde‚ÄĚ colegas de parlamento que eram da base de Taques, mas que agora defendem CPI

 O deputado estadual, Oscar Bezerra (PV) chamou de “covardes” os deputados que até “ontem” compunham a base do governador Pedro Taques (PSDB) e que agora, com definição das alianças políticas para as eleições de 2018 mudaram de lado e resolverem apoiar a CPI dos Grampos como forma de “plataforma política” para atacar o tucano que concorre à reeleição.As declarações foram feitas na manhã desta quarta-feira (01.08), na sessão plenária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Os deputados de oposição de Taques, Janaina Riva (MDB) e Zeca Viana (PDT), defendem a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar acusação do cabo da PM, Gerson Corrêa, contra Pedro Taques e de seu primo Paulo Taques como supostos mandatários das escutas ilegais de autoridades, políticos, empresários, jornalistas e parlamentares.


“Minha fala aqui é de lealdade. Aqueles que até ontem estava defendendo o governador e simplesmente agora mudaram de lado por causa das definições das alianças políticas para as eleições, e mudarem de postura para defender a CPI do Grampos para investigar o governador são covardes. A oposição está certa em defender a CPI”, disse Bezerra.Oscar declarou que os deputados não podem utilizar a AL/MT para julgar questões políticas e nem querer “sangrar” Taques com intuito de ajudar de alguma forma o candidato que eles estão aliados e que irá concorrer ao governo do Estado.“A população na urna irá mostrar se aprova ou não o governo. Não cabe nós fazermos isso usando este parlamento”, declarou o deputado.

Ao final ele declarou: “Não é justo aquele que estava até ontem comendo no cocho, virar o cocho e começar a agir contra”.Na sessão, Zeca Viana disse que irá defender a instauração da CPI dos Grampos, mas que os trabalhos sejam iniciados somente após a eleição. “Concordo que não devemos usar esta CPI como plataforma política. Irei defender que a CPI seja instalada e membros definidos, mas que o processo de investigação inicie somente após o dia 01 de novembro”, disse Viana.

 




Fonte: VGNoticias
 0 Coment√°rios  |  Comente esta mat√©ria!
 Mais Pol√≠tica
15/08/2018
14/08/2018
13/08/2018
09/08/2018
08/08/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
EDITADO 3
Enquete

In√≠cio   -   Eventos   -   V√≠deos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conhe√ßa Juara
© 2018 - Juara Net