QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 17 de Agosto de 2017
notícias
 Sa√ļde
     
Hospital Regional de Sorriso também fecha as portas

 Depois da suspensão do ingresso de novos pacientes nos leitos de UTI do Hospital Regional de Sinop, chegou a vez do município vizinho anunciar que também fechará suas portas. A partir de ontem, quarta-feira (10), os atendimentos no Regional de Sorriso estão paralisados.A decisão foi tomada pelo corpo clínico do Hospital, composto por 71 médicos. Em ofício encaminhado ao governo do estado, os profissionais alegam que estão há 3 meses sem receber os repasses e denunciam a superlotação da unidade. De acordo com o diretor clínico da unidade, Rodrigo Bezerra, a paralisação deve ocorrer até que os repasses sejam regularizados.


Conforme o documento redigido pelos médicos, a unidade sofre com superlotação em função do fechamento de outros hospitais na região (Sinop e Colíder tiveram suspensões parciais). O problema foi agravado pela proibição estabelecida pelo Estado na intervenção, de contratar novos profissionais, provocando uma defasagem na equipe hospitalar. Os médicos relatam ainda problemas estruturais, na rede elétrica, centro cirúrgico, maternidade e central de esterilização de materiais, bem como a falta de materiais e medicamentos.O comunicado diz que a partir do dia 10, estarão suspensos os procedimentos ambulatoriais, cirurgias eletivas e o ingresso de novos pacientes nos leitos de UTI. Parte dos pacientes internados deverão ser remanejados para outras unidades. Os atendimentos de urgência e emergência serão parcialmente mantidos, de acordo com o volume de materiais e medicamentos disponíveis na unidade.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) alegou que R$ 9,7 milhões foram repassados em maio para a unidade. O montante é referente aos pagamentos de janeiro e fevereiro. A pasta admitiu o atraso no pagamento do mês de março e afirmou que o repasse de maio só deve ser feito após a entrega da planilha de despesas desse mês junto ao governo. “O problema não é mais a falta dinheiro. Já estamos acostumados com isso, mas chegou a um ponto em que o hospital está praticamente parado. Falta insumo hospitalar, medicação. Em 25 anos, esse é o pior momento do hospital”, afirmou Bezerra.O Estado reativou na terça-feira (9), a operação do Hospital Regional de Colíder e deve firmar um acordo com a direção do Regional de Sinop hoje para reestabelecer os atendimentos. 




Fonte: GC Noticias
 0 Coment√°rios  |  Comente esta mat√©ria!
 Mais Sa√ļde
15/08/2017
17/07/2017
10/07/2017
02/07/2017
29/06/2017
28/06/2017
26/06/2017
21/06/2017
03/06/2017
31/05/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
Enquete

In√≠cio   -   Eventos   -   V√≠deos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conhe√ßa Juara
© 2017 - Juara Net