QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 18 de Julho de 2018
notícias
 Saúde
     
Dezembro Vermelho une Poder Público e sociedade em ações de prevenção ao HIV/Aids

 O dia 1º de dezembro, desde 1988, foi instituído como o “Dia Mundial de Luta Contra a Aids” pela Organização Mundial de Saúde (OMS). É uma data simbólica que visa chamar a atenção de todos os povos para essa doença. No Brasil foi instituída a Campanha Nacional de prevenção ao HIV/Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), denominada Dezembro Vermelho, cujo foco é a prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV/Aids no país.O Dezembro Vermelho foi fixado no calendário nacional a partir da Lei 13.504, aprovada em novembro deste ano, que tem em seu programa um conjunto de atividades e mobilizações que serão realizadas em parcerias entre o Poder Público, sociedade civil e organismos internacionais. Um exemplo é a iluminação de monumentos, praças e prédios públicos na cor vermelha.HIV é a sigla em inglês do vírus causador da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, a Aids. O vírus ataca o sistema imunológico, principalmente os linfócitos T CD4+, que é responsável pela defesa das doenças que podem atingir o organismo humano.Mas existe uma diferença entre portar o vírus HIV e ter Aids. Os chamados soropositivos possuem o vírus, mas podem viver anos sem apresentar sintomas e desenvolver a doença, mas transmitem o vírus através de relações sexuais desprotegidas, compartilhamento de seringas contaminadas e também de mãe para filho durante a gravidez e/ou amamentação, quando não tomadas às devidas precauções.Em Mato Grosso, nos últimos sete anos, foram confirmados mais de sete mil casos positivos de Aids. A faixa etária com a maior incidência de casos é entre 35 e 49 anos e indivíduos do sexo masculino contabilizam a maior parte dos casos totais, em um número alarmante, segundo mostra a tabela abaixo:


Casos de Aids adulto por sexo, local de residência e ano diagnóstico. Mato Grosso, 2010 a 2017.

Sexo        Masculino      Feminino

 Mato Grosso  4.847       2.722 

Fonte: SINAN NET/GEVEPI/COVEPI/SVS/SES-MT

Nota¹: Dados sujeitos a alteração  

   

Quando ocorre a infecção pelo vírus causador da Aids, o sistema imunológico começa a ser atacado. E é na primeira fase, chamada de infecção aguda, que ocorre a incubação do HIV (tempo da exposição ao vírus até o surgimento dos primeiros sinais da doença). Esse período varia de três a seis semanas. E o organismo leva de 30 a 60 dias após a infecção para produzir anticorpos anti-HIV. Os primeiros sintomas são muito parecidos com os de uma gripe, como febre e mal-estar. Por isso, a maioria dos casos passa despercebida.A próxima fase é marcada pela forte interação entre as células de defesa e as constantes e rápidas mutações do vírus. Mas isso não enfraquece o organismo o suficiente para permitir novas doenças, pois os vírus amadurecem e morrem de forma equilibrada. Esse período, que pode durar muitos anos, é chamado de assintomático.Com o frequente ataque, as células de defesa começam a funcionar com menos eficiência até serem destruídas. O organismo fica cada vez mais fraco e vulnerável a infecções comuns. Os sintomas mais comuns nessa fase são: febre, diarreia, suores noturnos e emagrecimento.A baixa imunidade permite o aparecimento de doenças oportunistas, que recebem esse nome por se aproveitarem da fraqueza do organismo. Com isso, atinge-se o estágio mais avançado da doença, a Aids.

Testes rápidos

A Secretaria Estadual de Saúde (SES/MT) orienta os municípios para que realizem ações voltadas a prevenção ao HIV/Aids. Um exemplo dessas ações são os testes rápidos, que são realizados em 85 municípios do Estado.Em Cuiabá, a SES vai apoiar ações conjuntas com a Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas); Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá (SMS) e Assembleia Legislativa (ALMT), que engloba a Comissão de Saúde, QualiVida, Sala da Mulher e a Frente Parlamentar de Enfrentamento às IST’s/ HIV /Aids, além do Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual; Sociedade Civil Organizada RNP+Brasil, Hospital Universitário Júlio Muller, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), que estarão realizando atividades para alertar a população sobre a importância da prevenção, com a distribuição de material educativo e insumos de prevenção.

Programação na Capital:

- 01/12/2017: Lançamento da Coletânea Guia Prático em Abordagem Sindrômica, 07h30 – auditório do HUJM;

- 01/12/2017: 1ª Blitz Contra IST/AIDS/Hepatite, às 16h na Praça Alencastro – Cuiabá;

- 04/12/2017: Instalação da Frente Parlamentar enfrentamento às ISTs/ HIV /Aids – 16h Assembleia Legislativa de Mato Grosso;

- 04/12/2017: 1ª Procissão das Luzes, em Homenagem às vítimas de IST/AIDS/Hepatite - 18h Parque das Águas, em Cuiabá.

A Direção do MT Hemocentro informa aos interessados em doar sangue nos próximos dias que a Unidade de Coleta do Hospital Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (UC-HPSMC) está passando por uma reforma interna para melhor atender a população.No momento, os doadores de sangue podem se dirigir até a sede do MT Hemocentro para fazer a doação.

MT - HEMOCENTRO - Banco de Sangue Público de Mato Grosso

Captação de Doadores

Sede: Rua 13 de Junho, 1055. Porto. Cuiabá - MT.

Tel: (65) 3623-0044 ramal 220 / 221

Horário de Funcionamento: segunda a sexta-feira, das 7h às 17h30.

 





Fonte: MT.GOV
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Saúde
18/07/2018
05/07/2018
29/06/2018
26/06/2018
18/06/2018
08/06/2018
23/05/2018
21/05/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
EDITADO 3
Enquete

Início   -   Eventos   -   Vídeos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conheça Juara
© 2018 - Juara Net